Colunas

Publicidade

JPG DS Futebol - 160x600

Publicidade

Espião Tricolor - Salgueiro AC

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Alô nação Tricolor! Nesta segunda o Fortaleza inicia sua 5°(QUINTA!) participação seguida no Inferno da terceirona. O Leão enfrenta o Salgueiro.
A obscuridade da Série C não nos permite conhecer tão bem nossos adversários. O que fazer? A partir de hoje, quando quiser conhecer o oponente do Fortaleza, consulte o espião do MB-FEC. O espião que roda o Brasil(menos Marabá) em busca de informações dos times que tentarão atrapalhar os planos do Leão.
Sem mais, vamos destrinchar o CARCARÁ DO SERTÃO.

A Campanha na temporada
O Salgueiro conta com uma base de jogadores que jogam juntos desde Dezembro de 2013, quando a equipe iniciou a campanha no Campeonato Pernambucano.
Na primeira fase, o Carcará passeou. Foi líder e teve a melhor defesa(sofreu 7 gols em 16 partidas).
Com a entrada de Sport, Náutico e Santa Cruz na competição, o Salgueiro teve mais dificuldade na segunda fase. O time teve uma nítida queda de produção. Fez apenas 9 gols em 10 jogos, e sofreu uma goleada de 7x0 do Santa Cruz.
Nas semifinais, uma pedreira. O Carcará enfrentou o Náutico. Jogando a primeira partida em casa, venceu por 2x0. Porém foi derrotado por 1x0 na volta, e mais uma vez batido nos pênaltis. Coube ao Salgueiro se contentar com uma disputa pelo 3° lugar(valendo vaga no Nordestão) contra o Santa Cruz. Primeiro jogo, 1x1. No Arruda, o Carcará cresceu e venceu por 2x1, com uma atuação segura.
Vale lembrar que após o primeiro jogo da disputa, o então técnico do clube, Cicero Monteiro pediu demissão. Hoje, Fernando Alcântara é o treinador.

O Estádio
O Salgueiro manda seus jogos no Cornélio de Barros, o popular SALGUEIRÃO. A torcida costuma comparecer em bom número, fazendo do estádio um caldeirão. Caldeirão, Inferno, haja quentura!

Time Base
A escalação escolhida pelo técnico da equipe pernambucana deve ser a seguinte: Luciano, Tamandaré, Ranieri, Aylton Alemão, Pery, Pio (Rodolfo Potiguar), Moreilândia, Everton (Fabrício Ceará), Valdeir, Anderson Paraíba e Kanu.
O Carcará é forte nas alas com o experiente Marcos Tamandaré e o bom Pery. Os atacante são fortes no jogo aéreo, mas possuem pouca mobilidade. 

Fique de Olho
Apesar de não ter muita intimidade com a bola e nem ter trejeitos de jogador de futebol, o carequinha Fabrício Ceará costuma marcar muitos gols. O atacante é forte no jogo aéreo, deficiência da defesa do Fortaleza.

Último embate
A última vez que Fortaleza e Salgueiro se enfrentaram foi em 2012. O Leão arrancou o empate em uma tarde estranha. LOPES, ele, salvou o Fortaleza em pelo menos duas oportunidades.

Chegou a hora - Final

terça-feira, 22 de abril de 2014

Chegamos a mais uma final do campeonato cearense , tudo sera definido amanha, e se Deus quiser dormiremos campeões .


Depois de muitos desafios, o nosso querido FEC entra em campo amanha as 22hrs , para o jogo mais importante do semestre, o desafio agora é vencer o rival, tarefa essa que não conseguimos a 10 confrontos. Mas todo jogo tem sua historia, toda historia tem um final, só nos resta saber se esse final será bom ou ruim para nos. 
O tricolor do PICI entrara em campo sem um dos seus melhores , Thiago Cametá, lateral direito que fez a diferença em vários jogos, mas também temos a volta de Marcelinho Paraíba, o líder do time. A escalação é um mistério, então possivelmente iniciaremos o jogo com - Ricardo no gol; Radar na lateral esquerda; Eduardo e Max no miolo de zaga; Amaral na lateral direita; Walfrido e Correa serão os volantes; MP10 e Edinho de meias e Romarinho e Robert no ataque. 

O castelão ficara pequeno para tamanha festa que teremos amanha, a torcida tricolor fara sua festa, dara o apoio que o time merece, mas todo esse apoio terá que ser retribuído, depois de todas as festas que a nação já deu, chegou a hora de sermos retribuídos com a alegria de mais um titulo. 

Chegou nossa vez, precisamos desse titulo, força meu tricolor, entre em campo e mostre toda sua garra e tradição, vamos vencer juntos mais esse desafio ! 

Raio-X do Clássico-Rei


          Enfim chegamos a tão esperada final do "Cearensão 2014", depois de uma maratona de jogos tivemos uma angustiante semana de espera entre um jogo e outro da final. Infelizmente o dia e o horário não são os mais atrativos para o público. Mas o que se pode esperar de uma federação como essa, não é verdade?!
          O MB em sua nova fase não poderia ficar de fora dessa decisão, então decidimos fazer um RAIO-X da final, analisar jogador por jogador para montar aquela que seria a seleção da final.

-Entre os arqueiros, é indiscutível a disparidade que há entre Luís Carlos e os goleiros do FEC, assim o camisa 1 será alvinegro.

-Na lateral direita o time tricolor tem uma grande perda. Tiago Cametá sem dúvidas foi o melhor lateral do certame, porém em sua ausência Samuel ganha a vaga por levar vantagem sobre Amaral no quesito 'ritmo de jogo', e assim o camisa 2 também será um representante do time do Carlos de Alencar Pinto.

-O camisa 3 é um dos grandes destaques do vovô, Sandro vem mostrando muita qualidade e regularidade, e fica com a vaga.

-Na quarta zaga aparece o primeiro representante tricolor, o garoto Max Oliveira se inspira no ídolo da nação tricolor, Ronaldo Angelim, e desde que teve a oportunidade agarrou a camisa 4 e não largou mais. O jovem talento do Pici vem mostrando muita segurança e técnica e assim garante a sua vaga na nossa seleção.

-Assim como nos clubes, aqui também há dúvidas e a primeira delas é na lateral esquerda, o professor Chamusca não revelou se Fernandinho volta de contusão ou se vai com Radar então vamos analisar os dois casos. Se Fernandinho voltar eu considero um empate técnico, já que ele e Vicente são dois bons laterais e ao meu ver os dois se nivelam mas se o titular for Radar o representante de porangabussú leva essa.

-Para formar a dupla de volantes a briga é boa, titular absoluto é Correa, o maestro tricolor se mostrou um verdadeiro monstro em campo e garantiu sua vaga. Seu companheiro será João Marcos, que conta com a experiência para desbancar o excelente garoto Walfrido, que faz um belíssimo campeonato.

-No setor de criação vem a maior dúvida. Ricardinho, joga ou não? -Isso só quem sabe é Sergio Soares, certo é que Marcelinho Paraíba tem lugar cativo na nossa seleção, o veterano camisa 10 é um dos craques do campeonato, seu parceiro seria Ricardinho que caso não jogue cede a vaga a Edinho, que é mais um jovem talento do Pici que vem se destacando.












-No ataque não há dúvida para nós, quem formará a dupla de frente será o Magnata e o artilheiro do Brasil, Robert.


       









E assim ficou a seleção da final, pode-se ver muito equilíbrio entre os dois times, tal equilíbrio que deve ser visto em campo também.
          Façam suas apostas e nessa quarta-feira vá ao castelão, torça, vibre, comemore, até chore, mas o mais importante preze a PAZ, uma ótima final a todos. Boa sorte aos dois times e aos árbitros para não comprometerem o espetáculo. Que vença o melhor!
  

No Limite

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Antes de qualquer coisa a ser dita, temos que parabenizar o Sr. Mauro Carmélio e todos os envolvidos na mudança de data das finais do Campeonato Cearense. O que se viu no Castelão foi um grande sucesso de público. Um Clássico-rei às 22h, televisionado. Parabéns aos envolvidos!

Agora vamos falar sobre a PELEJA. Podemos dizer que os 18 mil guerreiros que foram ao Castelo viram uma superioridade do Ceará. O Fortaleza sentiu falta de MP10. Ficou claro que Edinho não rende na posição em que foi utilizado no início do jogo. Walfrido esteve mal e comprometeu tanto na defesa quanto no ataque.
Fica claro que o Fortaleza vem jogando no limite. O elenco pesa, e as peças de reposição do rival são bem superiores. Sem Marcelinho e Waldison ficou dificil, faltou criação e conclusão. Robert não teve NENHUMA chance de gol no jogo. E para piorar a situação, Tiago Cametá recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora da grande Final.
O grande temor da torcida - o goleiro Ricardo, foi bem. Não complicou, e foi seguro. Mas não é o goleiro ideal.
Podemos dizer que Radar foi o melhor em campo pelo Tricolor. O lateral apoiou bem, e na marcação não comprometeu. Outro que se houve bem foi o MONSTRO Corrêa.
Danilo Rios, que substituiu Waldison, entrou mal. Mas no segundo tempo chamou mais a responsabilidade, e fez boas jogadas. Paulinho pouco tocou na bola.
Mais uma vez temos de enaltecer a torcida do Leão. Foi melhor em quantidade e qualidade. Apoiou o time do início ao fim do jogo. E acima de tudo sabe das limitações da sua equipe.
O árbitro da partida demonstrou que a arbitragem cearense não merece apitar final de campeonato. Avelar Rodrigo mostrou cartão amarelo para Vicente. Que pouco depois puxa a camisa de Guto matando contra-ataque. Mas aí o apitador não teve coragem de expulsar o lateral do Ceará. Assim como não teve coragem de expulsar João Marcos no clássico válido pela segunda fase.
O árbitro ainda marcou um pênalti pra lá de duvidoso para o Ceará. Magno Alves deu esperança à nação tricolor, chutando a criança para longe do gol de Ricardo.

Na próxima quarta-feira, o Leão precisará vencer para conquistar o título. E o primeiro jogo da decisão deixou claro que se o Leão quiser ser Campeão terá que se superar, e contar com seus jogadores em grande noite. Vai ser difícil, mas é possível!

Pré Jogo- Final (Ida)

terça-feira, 15 de abril de 2014

        E que comece o ultimo capitulo do "cearensão", como já esperado deis do começo do campeonato, a final será entre Fortaleza x Seu Rival, sem dúvidas o maior desafio tricolor nesse primeiro semestre, depois de 9 partidas sem vencer um clássico, temos a obrigação de vencer se quisermos ser campeões.

                                                    

Como você pode ver na imagem a cima, temos 5 dos jogadores mais importantes do FEC, mas fiz questão de deixar M.P10 e Cametá de fora da imagem, Marcelinho porque não jogara por conta de suspensão, oque é uma perda enorme para nosso meio de campo, e Cametá também ficou de fora porque a câmera não conseguiu acompanhar sua velocidade intensa. Walfrido revelação do campeonato, Waldisson o incansável, que faz dupla com o artilheiro do Brasil, Robgol ; menino Edinho, que vem mostrando que é homem e chamando a responsabilidade nos últimos jogos, e por fim mas não menos importante temos Guto, mas porque ele ? É reserva para o maestro Correa, só sabe marca e não tem uma boa saída de bola. Sim meus caros amigos, Guto o melhor marcador da equipe tricolor, o novo PITBULL do PICI, que em entrevista coletiva nessa semana, deu declarações fortes sobre sua motivação para a final , veja :  
"Pra mim seria uma honra jogar uma final, contra o Ceará. Se o professor optar por mim vou atrás de fazer meu melhor e ajudar o Fortaleza a conquistar o título. Quando eu cheguei aqui era fã do Clodoaldo e sempre vi ele fazer muitos gols, então meu sonho desde que cheguei é fazer o que ele fez no Fortaleza, que foi ganhar o título em cima do Ceará. Se o professor me escolher será uma honra pra mim poder participar desse jogo. Eu sou apaixonado pela torcida do Fortaleza desde criança. Foi impressionante o que ela fez nesse jogo agora, ela não só lotou o estádio, mas pressionou o time do Icasa e nos apoiou os 90 minutos, mesmo quando levamos o gol ela não parou de nos motivar."
Palavras essas que me deixaram animado como torcedor, é sempre bom você ver o quanto os atletas querem retribuir o apoio da nação. 

Escalação: Como já foi citado a ausência de Marcelinho P. , o meio campo devera ser preenchido com 3 volantes, dando mais liberdade para Walfrido e Correa saírem pro jogo, temos também a volta de Romarinho, que voltou a treinar com bola hoje e Fernandinho, que mesmo treinando separado está com uma boa chance de voltar a atuar, outro que volta para fechar o grupo é Paulinho, que provavelmente será reserva, mas é uma ótima opção. O time deverá começar com Ricardo no gol; Tiago Cametá na lateral direita; Radar ou Fernandinho na esquerda; Eduardo Luiz e Max Oliveira no miolo de zaga; Guto, Correa e Walfrido de volantes; Edinho de meia armador e Waldisson e Robert no ataque. Caso chamusca optar manter o o time apenas com 2 volantes, entra Danilo Rios no lugar de Guto. 

Arbitragem: Pela primeira vez eu venho falar desse fator, fui obrigado a me preocupar quando fiquei sabendo que Avelar Rodrigo, mais uma vez apitara o clássico, para quem não sabe, ele apitou na primeira derrota do FEC no ano, jogo esse com 256348 faltas, e falta de critério para ambas equipes. Mas que ele faça uma boa arbitragem, que ele deixe que os jogadores resolvam o confronto. 


    Regulamento: La vamos nós de novo contra tudo e contra todos, mais uma vez os rivais tem a vantagem de dois resultados iguais na decisão, você pode achar que isso não faz tanta diferença, mas em suas duas ultimas conquistas, eles foram campeões com dois empates. Mas isso não é motivo para se lamentar, o time vem embalado após uma semi-final emocionante, temos capacidade de ganhar quarta feira e abrir vantagem na decisão.

  Palavras do Torcedor: Sou Fortaleza, com muito amor, ó meu Leão graças a Deus sou tricolor, vamos Leão, vamos ganhar, eu sou do time tantas vezes campeão, vou para o estadio torcer, vou para o estadio vibrar e por você a vida inteira eu vou cantar. Leão, nós vivemos por ti, iremos vibrar por ti, nosso amor é você  iremos te defender, com a nação tricolor o estadio vai tremer, Leão, nós gostamos de você, repito, nós gostamos de você. Quarta eu vou vibrar com emoção, vou torcer pro meu Leão, na alegria ou na dor, estarei contigo, junto com a TUF eu vou cantar, sempre a te incentivar, do inicio até o fim, em campo mostre sua raça, Ô MEU LEÃO QUERIDO, ando sempre contigo, dentro do meu coração, sou Fortaleza.

Obs: O primeiro jogo será quarta a feira a noite, as 22 horas, com entrada do Sócio para a torcida do FEC liberada, o jogo de volta será dia 23 também as 22 horas.

Sem assombrações

sábado, 12 de abril de 2014


''Pô, porque toda essa comemoração do torcedor do Fortaleza por uma simples passagem a final?'' Perguntam os não-torcedores do Fortaleza...
Uma pergunta até pertinente, já que se fala de um clube grande.

Mas amigo, neste sábado o Fortaleza venceu Icasa, Oeste, Sampaio Corrêa, azar, estádio lotado e o escambau. O Fortaleza exorcizou o fantasma da eliminação com casa cheia. Em um jogo de paciência, enfrentando um adversário que não queria jogo, além de um árbitro que aceitou o anti-jogo icasiano.

No primeiro tempo o que se viu foi ataque x defesa. O Icasa se defendia com 11 atrás da linha da bola, e o Fortaleza tocava a bola em busca de espaço. A cada tiro de meta, o arqueiro icasiano demorava 1 minuto para chutar a criança. A cada falta, o juiz demorava 1 minuto para autorizar a cobrança. Um jogo desgraçado, e o torcedor começava a se irritar. O Leão criou algumas chances. Numa delas após 76 chutes, Waldison bateu para o goleiro salvar. O mesmo Waldison ainda acertou belo chute na trave. Mas eis que Tiago Cametá entrou em ação, driblou o marcador, cruzou e o defensor do time do Cariri DEFENDEU. Pênalti. Marcelinho cobrou e marcou o gol do alívio parcial. Nada de mais grave ocorreu no primeiro tempo, apenas o fato do árbitro ter dado 0 minutos de acréscimos.
Fortes emoções estavam reservadas para a segunda etapa. 
Logo no início, Radar cruzou e Robert não alcançou, foi o aviso. Aos 15 o monstro Corrêa cobrou falta na cabeça do artilheiro do Brasil. Festa no PV, torcida animada, ''Leão nós gostamos de você. Uma doce ilusão de que neste dia, somente neste dia, o Tricolor iria passar sem sustos. No início do texto falávamos sobre fantasmas, eis que um desses fantasmas apareceu. Poucos minutos após o(suposto) gol da classificação, falta para o Icasa, aproxidamente 1 légua de distância do gol. A bola chutada viaja e... O FANTASMA DE ASTOLPHO LOPES aparece e Ricardo aceita o gol. Bateu logo aquele pensamento: de novo? será? O Fortaleza estava disposto a não aceitar a eliminação. Mas a bola não entrava. Numa saída atrapalhada do goleiro, a bola sobrou para Marcelinho Paraíba, este esperou, chutou e o zagueiro salvou em cima da linha. Em outro lance Edinho partiu em disparada para marcar o gol, mas o zagueiro impediu e foi expulso. Mas aí veio a malícia de Foguinho. Após jogada na área do Icasa, Foguinho desaba, aquela cera de leve. O goleiro Mauro espertamente joga a bola para fora.
A torcida tricolor MANDAVA incessantemente que os jogadores do Leão não devolvessem a bola. Radar aparentemente queria devolver, mas logo foi convencido por Danilo Rios. O Leão bateu o lateral, não devolveu a bola. Marcelinho passa para Ed, o garoto arrisca de fora da área. O goleiro espalma e Robert chutou a bola e os fantasmas. Explosão! Mas essa aventura não acaba aí, afinal como diz um amigo meu: Sem emoção não é Leão, pai. 
O Icasa se lançou a frente. Nunca 10 minutos duraram tanto. O Fortaleza foi gastando o tempo. Num tiro de meta, percebe-se que havia uma bola furada, e o que eram 4 minutos de acréscimos viram 6. O árbitro Léo Simão acrescentou DOIS MINUTOS de acréscimo por uma bola furada. Nesses longuíssimos 2 minutos, falta para o Icasa próxima a área. Eram vistos torcedores rezando, ajoelhados, de costas, chorando. A bola do jogo. Mais uma vez o Senhor Léo demorou muito para autorizar, uma forma de tortura ao torcedor. Porém, nada aconteceu, bola na barreira e Leão na final!
Valente, o Fortaleza venceu todos os seus traumas, fantasmas e adversários. 

Este texto é dedicado a Neto Baiano.

Pesadelo Tricolor

terça-feira, 8 de abril de 2014

Depois de sucessivos fracassos em competições de mata-mata, muito tem se discutido o porquê de o Fortaleza não ir bem nesta fase dos Campeonatos que disputa.

Acredito que para um time ir bem numa competição eliminatória, é preciso um conjunto de fatores: 
 - Aproveitar o fator campo
 - Construir uma boa vantagem em casa e marcar gol(s) fora de casa
 - Banco de reservas capaz de mudar as características da partida
 - Equilíbrio Emocional

Vamos analisar o Fortaleza em sua últimas competições mata-mata baseados nos tópicos acima:

Aproveitar fator campo: Algo essencial, e que Tricolor vem fazendo muito mal. Em 2012, o Leão precisava de um empate para conseguir o acesso, mas foi derrotado por 3x1 em casa. No Nordestão 2013, o Fortaleza enfrentou o Santa Cruz no PV e sofreu 3 gols, empatando em 3x3(posteriormente venceu no Arruda por 2x1, e avançou). Na Copa do Brasil 2013, o Fortaleza não conseguiu vencer o LUZIÂNIA no Castelão, precisou ir aos pênaltis, na outra fase não conseguiu marcar gols no Luverdense e se complicou. Na Série C 2013(usando um jogo que oficialmente não era mata-mata, mas poderia ser encarado assim) o Fortaleza precisava vencer o Sampaio Corrêa, com Castelão lotado, empatou em 2x2.

Construir uma boa vantagem em casa e marcar gol(s) fora de casa: nos últimos 3 anos, a única vez que foi construída uma boa vantagem em casa foi na Copa do Brasil 2012. O Leão venceu o Náutico por 4x0. Em 2013, o Fortaleza vencia o Campinense por 2x0, tendo chances claras de gol e desperdiçando, sofreu um gol no fim do jogo, que fez a diferença para os paraibanos. Quanto a marcar gols fora, podemos dizer que não é o grande problema do FEC. Em 2012 fez gol nos aflitos contra o Náutico, empatou por 1x1 contra o Oeste em Itápolis. Em 2013 venceu o Santa no Arruda por 2x1. E neste ano marcou um gol contra o Icasa.

Banco de reservas capaz de mudar as características da partida: Talvez seja um dos grandes problemas. Em 2012, o Fortaleza perdia para o Oeste por 2x1, embora a vaca já tivesse ido pro brejo, as opções de banco eram Cléo, Jaílson, Jackson Caucaia e etc. Em 2013, o Fortaleza perdendo para o Campinense e precisando de um gol, no segundo tempo entra Júlio Madureira, coincidência ou não, o Leão não chutou uma bola a gol no segundo tempo. Contra o Sampaio Corrêa, Luis Carlos Martins vencendo por 2x0(dois a zero!) resolveu matar o time... do Fortaleza. O Rei do Acesso tirou TODOS os atacantes, e colocou Ruan, JACKSON SILVA E JOÍLSON(!). Não deu outra, o Fortaleza parou de atacar e o Sampaio cresceu no jogo e empatou. 

Equilíbrio Emocional: Aparentemente, o trauma de mata-mata atingiu os torcedores e jogadores. Após o jogo contra o Icasa, a queda da auto-estima do torcedor foi automática. o Leão sofreu o gol da virada e 4 minutos depois levou mais um. Robert, após marcação de uma falta, jogou a bola no chão e gritou muito com o árbitro da partida, demonstrando descontrole. O Icasa tocava a bola e a torcida gritava olé, era possível ver Guto correndo atrás das pernas de algum jogador icasiano. 

Sábado, o Tricolor tem a chance de começar a mudar a história...




Encontre-nos no...

Publicidade

Parceiros

Image and video hosting by TinyPic

Seguidores

Publicidade

marc_2013/eletronicos/160x600.gif
 









Display Pagerank Licença Creative Commons

HTML5 Powered with CSS3 / Styling Central Blogs